Notícias

Nenhum comentário

“Você pode não ter mãe, não ter pai, mas você tem um Pai celestial que te ama porque ninguém nasceu sem propósito”, disse pastora Ezenete

Na manhã desta quinta-feira (30), prosseguiu o ajuntamento de adoradores na comemoração dos 20 anos do Congresso Diante do Trono – Adoração, Intercessão e Missão – iniciado pela pastora Ana Paula Valadão Bessa que saudou todos os congressistas e reafirmou a bênção que foi a noite anterior de abertura com a declaração “Ebenézer, até aqui nos ajudou o Senhor.” Em seguida, ela fez uma homenagem representativa, presenteando o congressista  pastor Marco Melo, de Belém (PA), que participou desde o primeiro congresso realizado em 1999, o qual firmou um propósito com Deus de organizar caravanas em todos os Congressos DT. O mesmo destacou já ter colhido diversos testemunhos das caravanas DT que tem conduzido ao longo da caminhada cristã, entre eles, há irmãos que se conheceram durante as viagens e se casaram, outros que foram renovados espiritualmente quando uma grande bandeira brasileira foi consagrada ao Senhor num dos últimos congressos. O pastor Marco e o irmão Wesley, presentearam a Ana Paula, com um artesanato de um Pássaro Buriti feito com material peculiar do Pará.

A pastora Ana Paula, juntamente com Israel Salazar e Marine Friesen, ministraram o momento de adoração com músicas do novo DVD “Deserto de Revelação”. Houve a exibição do novo clipe do DT sobre Deserto de Revelação, que será lançado em breve na mídia, o qual foi gravado com irmãos de Nazaré que tocaram instrumentos típicos de Israel, um ato de unidade entre árabes e judeus. Em seguida, oraram sobre perdoar 70×7 e sobre refletirmos o amor de Deus. A pastora Helena Tannure orou clamando ao Senhor pedindo perdão pelos pecados das nações e entre os povos.

Bate-papo “Bastidores Milagres da Intercessão”

O bate-papo foi conduzido pela Ana Paula, com as participações das pastoras Ezenete Rodrigues, Rita França, do Alex Passos e da Rosana Sancricca. A pastora Ezenete enfatizou que já vivenciou diversas intervenções sobrenaturais do Senhor, cessando as chuvas no local de gravações do DVD. Já Rosana, citou sobre ter orgulho de trabalhar com o DT porque vê que o trabalho direcionado por Deus. Enquanto Rita França informou que há sempre situações de imprevistos burocráticos e de orçamento financeiro nos processos de gravações. Já Alex Passos relatou sobre estar acostumado com uma equipe de 50 pessoas, mas que trabalhou com nove na Jordânia. Eles afirmaram a intervenção de Deus em diversos momentos.

A pastora Ana Paula disse que estes intercessores muitas vezes são incompreendidos. Ela pediu o perdão por aqueles que os desonraram com palavras e olhares em alguma das manifestações proféticas. Orou pedindo o Senhor para os cobrir com o sangue do cordeiro e escrever uma nova história, sem eles, o DT não chegaria até aqui.

Palavra: “Gerando os Tempos”

Com base em Jeremias 1.5: “Antes de formá-lo no ventre eu o escolhi; antes de você nascer, eu o separei e o designei profeta às nações”, a pastora Ezenete Rodrigues ministrou a Palavra. “Você pode não ter mãe, não ter pai, mas você tem um Pai celestial que te ama porque ninguém nasceu sem propósito”, destacou. Segundo ela, muitos tem problemas desde o ventre de sua mãe.

Para a pastora, às vezes, as pessoas têm problema porque a mãe morreu no parto ou porque foram adotadas e criadas por outros. “Alguém que foi criado sem afeto e amor, isso marca a vida”, disse. Ela ainda afirmou que a doença do século, não é o câncer, é a depressão. “A pessoa que não se sente amada é triste, porque tem um mensagem no seu inconsciente que você foi desprezada, rejeitada, você não vai conseguir, tudo pra você é difícil, que você não pode nada. Então vem o abatimento, a tristeza, a depressão. E o inimigo, te acusa que você não foi amado”, acrescentou.

Ela continuou ministrando que Deus afirma que podemos ter uma vida com abundância. “Deus sonhou com você, planejou sua vida”, disse. Ezenete contou a história de uma mulher que, mesmo aos 45 anos, lembrou sobre a frustração de ter sido abandonada aos 3 anos pela mãe. Ela “vivia presa” naquele lugar de abandono até abrir seu coração.

A pastora também disse que Jesus descreveu uma história para nós. “Às vezes, você não gosta do seu aniversário, não comemora, mas você precisa celebrar o dia que Deus escolheu para você nascer […] Jesus pagou todo o preço de dívida na cruz, antes de ser para alguém, eu preciso ser para mim. Você não tem essa dívida, não tem essa cobrança, você é o melhor de Deus. Você precisa declarar com firmeza: ‘Eu vou correr, vou voar, vou vencer..'”. A pastora concluiu a ministração com atos proféticos!

 

No final desta manhã, todos louvando: “Eu sou livre…”, houve ministração de sinais, curas e milagres sobre a igreja. A pastora Ana Paula finalizou o culto ministrando que está selado no Senhor tudo o que foi declarado sob o consciente e subconsciente. Segundo ela, a igreja do Senhor Jesus está passando para o outro lado e Ele é quem muda os tempos.

:: Comunicação Lagoinha / Diante do Trono