ACESSE O HOTSITE DO ÁLBUM OUTRA VEZ HOTSITE

Notícias

Nenhum comentário

Manhã de revelação, cura e libertação no Congresso Mulheres e Moças Diante do Trono 2019

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

A manhã desta sexta-feira (16), inicia animada no Templo da Lagoinha com a presença de milhares de mulheres cheias de expectativas para o que Deus fará ao longo deste dia no Congresso Mulheres e Moças Diante do Trono 2019. Márcia Resende e Kenia Mizrahy abriram a programação com fervor, oração e dinâmica com o tema “o fruto do Espírito – amor e suas várias manifestações” que prepararam as congressistas para as ministrações seguintes.

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Após um momento de oração conduzido pela Pra. Rita França, Ana Paula Valadão Bessa inicia o louvor com a canção “Agora Eu Vejo” e, em seguida, o louvor do momento “Levanto um Aleluia”, encheu as congressistas de unção e alegria. E para renovar a esperança nos corações, foram entoadas as tradicionais canções do DT “Esperança/ Cheiro das Águas/ Deus Fiel”. Quebrantamento é a palavra que marca o louvor deste segundo dia do evento.

Dra. Karine Rizzardi deu continuidade à programação numa palestra sobre identidade e autoconhecimento e falou sobre reconstrução de forma bem didática. Ela reproduziu a cena de uma sessão de psicoterapia. Pediu para as mulheres se lembrarem de fatos que aconteceram na infância e pensarem na representatividade de cada situação. “A memória de quem nós somos deve ser resgatada para não nos perdermos de vista”, disse. Ela ensina as mulheres a se reconectarem consigo mesmas por meio de várias exposições.

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Paralelamente, com o mesmo propósito, no Salão Céu da Lagoinha, Lu Alone declara às moças: “o Espírito está pegando aquilo que você acha que era a sua identidade e mostra quem você realmente é”, e ministra uma palavra profética: “É tempo de Deus levantar essa nova geração para fazer diferença nas faculdades e escolas”. Paula Furtado também faz uma analogia com o passado e declara que ele não será mais determinante na vida de cada congressista.

Mais um momento emocionante foi a presença da Patrícia Valadão que tocou um lindo Medley de canções clássicas do Diante do Trono ao piano e levou as congressistas a um lindo momento de adoração.

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

No “Chá com as amigas” as convidadas Ezenete Rodrigues, Kenia Mizrahy, Daniela Bessa e Shaila Kerr Gomes iniciam o bate-papo falando sobre a palavra da moda: empoderamento feminino. Definição, riscos e troca de experiências sobre o assunto levaram as participantes a refletirem sobre a plenitude da mulher cristã. Foi orientado sobre a importância de ter sabedoria para usar o poder, principalmente no casamento. As mulheres foram aconselhadas a conhecerem a linguagem do amor do cônjuge, a serem submissas conforme descrito na palavra de Deus, a serem humildes e procurarem a melhor maneira de usarem o poder segundo a vontade de Deus. “Saiba quem você é em Deus. A Palavra empoderada fala sobre quem nós somos em Jesus, pois sem Ele não há poder. Todo dom fora de alinhamento não é dom, é maldição”, afirma Shaila Kerr Gomes.

Uma equipe de dança da Fábrica de Artes apresentou uma coreografia com a música “Sou Ester”, ministrando sobre o tema abordado no chá “Mulheres e Poderosas” e levou todo o público a declarar “Sou mulher de Deus para um tempo como este”.

Em seguida a ministração da Palavra ficou por conta de Shaila Kerr Gomes, com o tema: “Casamentos bem resolvidos, casamentos bem sucedidos”. Shaila compartilha sobre a importância da sexualidade no casamento e em um ato profético cura feridas que impedem as mulheres de avançarem nessa área.

Foto: Comunicação Lagoinha

Foto: Comunicação Lagoinha

Já no Salão Céu, a ministração para as moças abordou sobre o perigo do medo que atrapalha a forma como cada uma se enxerga. “O evangelho não é como você se vê, é como Deus te vê. Quando você se esconde não tem uma visão privilegiada, quando nos escondemos, não temos uma visão real do que Deus tem para nós!”, declara Fabíola Melo.

Nos momentos finais da programação desta manhã, a pastora Ezenete Rodrigues, junto à Ana Paula e Shaila Kerr ministraram libertação e cura na vida das congressistas e profetizaram que tudo que impede as famílias de crescerem e viverem em amor e união foi quebrado pelo nome do Senhor Jesus e declara “o maior é Jesus!”. Pra. Ezenete ora pela restauração dos casamentos, pela alegria plena da mulher, pela cura de enfermidades que impedem mulheres de usufruírem de uma sexualidade sadia e pela cura de emoções em mulheres que já passaram pelo problema da traição.

Foi uma manhã cheia da presença do Espírito Santo, cheia de revelação, cura e restauração, mas ainda há muita coisa boa para acontecer ao longo da programação do Congresso, que retorna a partir das 17h.

Acompanhe a transmissão ao vivo pela Rede Super ou on-line pelo canal do Diante do Trono no Youtube.

Saiba como foi a abertura do Congresso Mulheres e Moças Diante do Trono 2019

:: Renata Giori